Your address will show here +12 34 56 78

SERVIÇOS

Entrada em Portugal

A necessidade de visto para entrar em Portugal dependerá da sua nacionalidade bem como do seu propósito e duração da estadia. 

Deste modo:

  • Os cidadãos nacionais de Estados membros da União Europeia (UE), do Espaço Económico Europeu (EEE), de Andorra e da Suíça não carecem de visto para entrar e permanecer ou residir em Portugal. 

  • Os cidadãos provenientes de Estados Terceiros, cujos Países vigore Convenção Internacional nesse sentido, de que Portugal seja parte, beneficiam de isenção de visto de curta duração para estadias não superiores a 90 dias, para fins de turismo. Para estadias superiores a 90 dias, estes cidadãos devem obter o visto adequado ao propósito e duração da estadia.

  • Os demais cidadãos de Estados Terceiros, cujos Países não vigore qualquer Convenção Internacional com Portugal, devem obter sempre um dos seguintes vistos para entrar e/ou permanecer em Portugal:
    • Visto Schengen (por um período de curta duração não superior a 90 dias);
    • Visto de Estada Temporária (por um período inferior a um ano);
    • Visto de Residência (por período superior a um ano).
Nacionais U.E / E.E.E / ANDORRA /SUÍÇA

Os cidadãos nacionais de Estados Membros da U.E., E.E.E., Andorra e Suíça, bem como os seus familiares, gozam de direito de entrada, permanência e residência em Portugal.

Cidadãos Isentos de Visto

Conheça em que situações estão os cidadãos estrangeiros isentos de visto.

Nacionais de Estados Terceiros

Para entrada em território português, os cidadãos nacionais de Estados Terceiros necessitam de assegurar algumas condições.

Declaração de Entrada

A Declaração de Entrada em Portugal é obrigatória para todos os cidadãos nacionais de Estados Terceiros.

Necessidade de Visto

A necessidade do visto varia em função do país de origem, da duração da estadia e/ou da finalidade da deslocação do cidadão estrangeiro ao território português.

Tem dúvidas?

Fale connosco, teremos todo o gosto em ajudar!